i wanna be free about everything

POSTED ON: 29 de jan de 2014 @ quarta-feira, janeiro 29, 2014 | 0 comments

Novamente, estou aqui... Me sentindo péssima por ser quem eu sou... Sem ter meus parentes ao meu lado, porque metade não sabem do meu problema e a parte que sabe, nunca tentou entender o que acontece comigo, porque é muito mais fácil me julgar, dizer que sou preguiçosa e não quero nada com a vida. 
Nós nunca tivemos boa situação financeira, o porque logo eu, que sempre fiz de tudo para ajudar... Iria querer ser um peso para todo mundo? Eu que sempre tive uma personalidade "forte", fosse querer me afundar na tristeza de proposito? Queria que todo mundo que sabe, soubesse só por um dia como é ter a liberdade privada, ter o medo e não conseguir fazer o que todo mundo da minha idade faz. Eu juro, juro que tento não ficar mal com a pressão que existe da sociedade de que todo mundo deve seguir o mesmo caminho e fazer o que todo do mesmo jeito... Tento não ficar triste pelas pessoas que eu mais amo não conseguirem me compreender! Elas simplesmente acham que isso é falta de tentativa, que eu me enfiei dentro de casa e isso me confortou e agora eu não quero fazer mais nada... Eu não sei como eu adquiri isso, mas sei que não é de agora... Desdo tempo do meu ensino médio, na tentativa de mudar da escola que eu estudei a vida toda, eu voltava para ela, como um porto seguro, como se eu estivesse de volta a aonde tudo fica bem. Eu nunca encarei isso como um problema, mas agora a pressão exigida desse mundo a qual eu sinto que não pertenço é muito grande. E a cada vez mais, eu me sinto sozinha e perdida. 
Ultimamente, por acaso eu encontrei uma menina que me parece se sentir do mesmo jeito, e ela por por sua vez, conhece pessoa que se sente do mesmo jeito também... Eu só sei que agora valorizo cada vez mais o meu eu, me amo e me conheço cada vez mais, tento fazer as coisas no meu limite... Mas não é fácil ter uma batalha diária na mente... Eu sempre comecei a fazer algo e nunca terminei, por motivos de: não me sentir bem perto das pessoas e não me senti bem em locais estranhos. 
Eu não sei me expressar bem quanto a isso, eu só apenas sinto, na verdade, eu apenas me sinto mal grande parte do tempo... Apenas me sinto desconfortavelmente péssima tendo que encarar essas coisas. 


Eu li um comentário de uma pessoa que se sente como eu, como eu exatamente como eu vejo as coisas: "A verdade é que vejo todo mundo com pressa para tudo, e no fundo estão quase todos mergulhando num vazio, sem ao menos questionar se fazem o que querem e gostam. Sinto desespero pelas outras pessoas, sabe? Por outro lado, elas também devem sentir desespero por mim… 

← OlderNewer → / Newer →
ニャー